APRESENTAÇÃO

O Mestrado Profissional em Ensino na Saúde (MPES): Formação Docente Interdisciplinar para o SUS (MPES) é um programa que integra a pós-graduação Stricto Sensu da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa (EEAAC) – da Universidade Federal Fluminense (UFF), localizada no Município de Niterói, RJ.

A demanda sociocultural que o MPES vivencia propicia produção de conhecimento, estudos e pesquisas avançadas, materializados nos produtos e processos educacionais, que vão permitir a translação do conhecimento para os espaços de ensino e assistência.

Nessa perspectiva de produção de conhecimento e de troca de saberes, geram-se espaços de debates que são os Núcleos/Grupos de Pesquisa, locais onde os docentes e discentes do MPES se vinculam, na busca organizativa de estudos.

MPES foi inscrito, em 2010, na Área de Avaliação da Enfermagem devido, naquela ocasião, a Área de Avaliação de Ensino encontrar-se em formação na CAPES, só vindo a ser consolidada em 6/6/2011. Desde sua formulação, é constituído por corpo docente multidisciplinar, incluindo docentes da área de educação e ciências sociais. Surge dando início a uma reflexão e concomitante balanço sobre o impacto social das ações que desenvolvemos no campo educativo.

Com o passar dos anos e em decorrência do perfil do aluno, das linhas de pesquisa dos docentes, do desenvolvimento dos projetos, pesquisas, tecnologias e ações sociais orientadas para o campo do ensino, a interlocução com a área de enfermagem ficou cada vez mais complexa, principalmente no que diz respeito à veiculação das pesquisas através de periódicos da área, cujo foco principal de interesse não é o ensino.

Em 2020 o MPES migra para a área de ensino e vem adotando desde então a perspectiva interdisciplinar para o tratamento dos temas de investigação relativos ao Ensino na saúde e vêm ampliando os horizontes da formação de profissionais compromissados com a inovação das práticas profissionais em saúde, através de pesquisas translacionais que contribuem efetivamente na aplicação de produtos e processos educativos para resolução de problemas identificados na sociedade.

O foco do mestrado é a formação pedagógica/educação permanente de profissionais de saúde que atuem junto aos estudantes e demais profissionais, no cotidiano dos serviços de saúde.

 

 

Objetivo Geral

Formar profissionais para a produção de conhecimentos científicos inovadores para o desenvolvimento de produtos, processos, tecnologias, pesquisas para a docência/ensino em saúde, comprometida com o fortalecimento do SUS, mediante o aprofundamento das bases teórico-metodológicas das ciências humanas, sociais e biológicas que fundamentam o campo multidisciplinar, com ênfase na formação orientada para o campo de atuação profissional.

 

 

Objetivos Específicos

  • Analisar a atual organização da saúde e do ensino, seus condicionantes sócio-históricos e culturais e, pensar nos caminhos da prática docente coletiva pelos quais seja possível avançar e influir na realidade em saúde no Brasil;
  • Aprofundar conhecimentos sobre o processo de ensino-aprendizagem no contexto da formação profissional em saúde, relacionando sua experiência à realidade mais ampla do contexto que os envolve;
  • Analisar o significado social da ação pedagógica em saúde, no âmbito do SUS, seus limites e suas possibilidades de avanço a partir da estratégia de educação permanente;
  • Manter uma visão abrangente e atualizada, tanto sobre a sua área de atuação em ensino na saúde, bem como sobre as áreas socioculturais correlacionadas;
  • Elaborar e acompanhar processos e/ou produtos educacionais que visam atender as demandas sociais da prática profissional, aplicáveis ao cotidiano das organizações de formação e cuidado em saúde, a partir dos estudos desenvolvidos.

Perfil do Egresso

Formar docentes numa visão crítica e ampla da sociedade, qualificados para promover a articulação integrada entre os setores de ensino e  de saúde, que sejam capazes de a partir da análise concreta  do trabalho docente em saúde, observar a historicidade do fenômeno educativo, seus limites e possibilidades, na perspectiva da construção de práticas de ensino coletivas, interdisciplinares, críticas e criativas, comprometidas com a transformação da realidade mais ampla do contexto que envolve a promoção da saúde.

Traduzir